Softwares para pessoas com Autismo e Deficiência Intelectual

Nada melhor do que encontrar soluções que promovam a inclusão e simplifiquem a vida, ainda mais de pessoas com autismo ou deficiência intelectual, não é mesmo?

Esse é o objetivo do projeto Participar, iniciativa da Universidade de Brasília (UnB). O projeto é responsável por elaborar softwares que são verdadeiras ferramentas educacionais para inclusão de jovens e adultos com deficiência intelectual e autismo.

O último software que foi criado chama-se Organizar e é um excelente exemplo do trabalho incrível executado por este projeto nascido no Departamento de Ciência da Computação da UnB.

O Organizar funciona como agenda eletrônica e possibilita ao estudante com deficiência intelectual administrar o seu tempo e os compromissos do dia a dia, como por exemplo, horário do transporte escolar, consultas terapêuticas, entre outras atividades. Os usuários podem também aprender e treinar questões básicas do calendário, como dia da semana, dia do mês, número e nome do mês e do ano.

Como esses softwares ajudam pessoas com autismo e deficiência intelectual?

Eles contribuem para a inclusão de autistas e pessoas com deficiência intelectual e estimula o aprendizado de coisas diferentes das que estão habituados e que podem de alguma maneira apoiar e facilitar as suas vidas.

A estudante com Síndrome de Down e idealizadora, Bruna Saraiva Camargo, participou da gravação dos vídeos do Organizar e conta como foi a experiência: “Foi muito legal. Eu decorei tudo. Foi o máximo. É muito bom ajudar as pessoas”, conta ela.

Sobre o projeto Participar

O projeto Participar é uma iniciativa da Universidade de Brasília (UnB) em prol de construir uma sociedade que seja mais mais inclusiva

Os softwares do Projeto Participar já estão sendo utilizados em mais de três mil instituições de ensino públicas brasileiras e organizações não governamentais do BrasilPortugal e Angola.

Fonte: Softwares para pessoas com Autismo e Deficiência Intelectual

Comentários