LiveZilla Live Help

Pessoas com deficiência física podem criar a sua rotina de exercícios

O país é reconhecido por ter a melhor legislação para deficientes das Américas, porém, é na sua aplicação que residem os maiores problemas. A Constituição Federal garante o tratamento igualitário entre os cidadãos, mas, na prática, são comuns os atos discriminatórios e preconceituosos que ferem a dignidade humana e, mesmo sendo tratados como crimes previstos no Código Penal Brasileiro, acabam sendo alvos de brechas na própria lei, diminuindo o medo da penalidade em casos reincidentes. De acordo com a Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência, do Ministério da Saúde, os ambientes públicos, coletivos e de lazer, bem como as cidades e as escolas, os serviços de saúde, os meios de transporte e todas as formas de comunicação e informação, devem ser pensadas visando facilitar a convivência e a participação de todos os cidadãos com igualdade de direitos.

Da mesma forma, a Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência garante a destinação de verbas do Ministério do Esporte para eventos para-desportivos e atividades de lazer, cultura e turismo que englobem todas as áreas da deficiência. O acesso ao lazer, ao esporte e à cultura é um direito, além de ser fundamental para a promoção da saúde física e emocional. Se você faz parte dessa porcentagem da população ou conhece alguém que tem algum tipo de deficiência física, o Brasil pode ainda não estar 100% preparado, mas o universo dos exercícios físicos está. É possível praticar várias atividades físicas de acordo com o tipo de deficiência que você tem. Veja abaixo sete atividades que podem ser incluídas na rotina de exercícios:

ESPORTES COLETIVOS: A prática desses esportes permite a interação social e o compartilhamento de experiências e de histórias de superação. Além disso, praticar esportes em grupo favorece a inclusão e a interação social.

TREKKING: Turismo de aventura acessível, que proporciona adrenalina, paisagens bem interessantes para se distrair. Qualquer pessoa com deficiência pode praticar, desde que sejam observados os cuidados e requisitos mínimos para a realização das atividades.

YOGA: Promove a consciência corporal, o aumento de concentração e da força além de relaxar através dos movimentos de respiração.

NATAÇÃO: Um dos esportes mais completos que existem. Pode ser necessário orientação e acompanhamento, mas isso não representa um problema diante dos benefícios físicos, terapêuticos e psicossociais.

DANÇA: É uma atividade que oferece inúmeros benefícios, além de ser um ótimo exercício aeróbico, a música e os movimentos ajudam a desenvolver a criatividade e as capacidades motoras, elementos essenciais para as mudanças sociais e psicológicas.

OFICINAS DE ARTE: Por meio desta, é possível desenvolver habilidades manuais que permitem expandir a criatividade e a coordenação motora e ampliar a atenção e a concentração. O descobrimento de possíveis aptidões podem se transformar em uma futura profissão.

ARTES MARCIAIS: Praticar alguma atividade marcial ajuda a se proteger e também faz com que você se conheça melhor fisicamente, trabalhando o equilíbrio físico, mental e espiritual. Ajudam no fortalecimento muscular e concedem mais disposição.

 

Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/fitness/7-atividades-que-pessoas-com-deficiencia-fisica-podem-incluir-na-sua-rotina-de-exercicios

Comentários