Fotógrafo mostra que deficiência física não é obstáculo para arte

Para algumas pessoas pode parecer inimaginável, mas sim, a deficiência física não é um obstáculo para arte e este projeto fotográfico vai provar isso pra você!

Foi através das lentes do fotógrafo franco-canadense Mikaël Theimer que o projeto fotográfico surgiu, para mostrar que não há barreiras em se tratando da arte. Durante um ano o fotógrafo dedicou seu trabalho para provar que deficientes também pode criar arte.

Assim, ele fotografou em sua cidade, em Montreal, no Canadá, uma série de artistas e grupos que desafiam o suposto limite imposto por suas condições físicas, intelectuais e até mesmo sociais, e assim redefinem estéticas e éticas nas artes.

Dessa forma, o trabalho de Theimer não só derruba a ideia de incapacidade de tais pessoas, como também sublinha a força da arte como elemento de inclusão, recuperação e integração social.

“Esses artistas desafiam os limites das artes performativas, redefinindo códigos e estéticas – e o fazem à margem do mundo das artes pois nós ainda temos dificuldades de aceitar as diferenças como parte do normal”, diz o fotógrafo.

Além disso, Mikäel conta que conheceu todo tipo de pessoas utilizando as mais diferentes formas de manifestações artísticas nas ruas de Montreal.

Por exemplo, foram pessoas utilizando o teatro para reaprenderem a se comunicar após um derrame e percussionistas com Síndrome de Down. Além disso, ele também encontrou bailarinos profissionais vivendo com deficiências físicas e atores profissionais vivendo com deficiências intelectuais. Além de autistas aprendendo e interpretando balé, e a lista segue.

Deficiência não é obstáculo para arte

Incrível não é mesmo? Que iniciativas como esta possam ser cada vez mais frequentes! Você conhece alguém que  desafia este suposto limite imposto por suas condições físicas, intelectuais e até mesmo sociais, pois sabe que deficiência física não é obstáculo para arte? Deixe nos comentários e compartilhe com seus amigos 🙌

Quer mais conteúdo e informação? Acesse Ensino.Digital!

Fonte: Hypness

Veja também:

Comentários