LiveZilla Live Help

Norma culta da Língua Portuguesa cada vez mais reduzida nas redes sociais

Estamos vivendo uma nova realidade: professores e especialistas na área da Língua Portuguesa em nosso país estão reflexivos a respeito. Percebe-se que nas ultimas décadas caiu para mais da metade o número de palavras empregadas pelos jovens para se comunicarem.

Isso deve-se à estreita vinculação que existe entre o vocabulário e o pensamento, porque o homem pensa com palavras e graças a elas distingue realidades. Sem palavras um empobrecimento gradual do intelecto começa a surgir, sendo assim, um estreitamento mental acontece, bem como a restrição da liberdade do pensar.

Nestes últimos anos, crianças e adolescentes iniciaram um processo na alteração de sua linguagem, questões que levam à desvalorização da mesma. A utilização da gíria em chat com estranhas  abreviações somadas às abreviações americanizadas que muitos nem sabem o que significam, preocupam. Consequentemente é possível que o jovem mantenha essa linguagem na fase adulta, o que poderá ocasionar problemas em sua vida profissional. A incorporação de palavras dificilmente ocorrerá nesta fase, uma vez que o bom costume da leitura está esquecido.

Jovens de hoje são visuais e a preguiça de ler gera uma perigosa acomodação. Especialistas nos dizem que verbalizamos nossos pensamos através da linguagem; é por meio de palavras que o ser humano pensa, ou seja, se possuímos o conhecimento de poucas palavras, é correto dizer que nosso pensamento acaba por ser limitado.

As dificuldades que as pessoas tem em relação a interpretações de texto nas escolas e concursos, demostra a grande dificuldade de compreensão da língua por falta de leitura, bem como os resultados nas redações que, nos últimos anos, estão com índices abaixo do esperado.

É triste nossa realidade,  devemos refletir sobre nossas apropriações de linguagem, na necessidade de pensar corretamente, aprendendo a cada dia mais, adotando o hábito de leitura para ter a capacidade de articular períodos simples, dotados de sentido e produzir textos com início, meio e fim (introdução, desenvolvimento e conclusão).

Comentários