MEC lança Proposta de Ensino de Português Escrito para Estudantes Surdos

João Gomes

Material de ensino compõe seis cadernos específicos para estudantes surdos da educação básica e do ensino superior

O MEC – Ministério da Educação lançou uma proposta inovadora de Currículo para o Ensino de Português Escrito como Segunda Língua para Estudantes Surdos.

A proposição é uma iniciativa da Diretoria de Políticas de Educação Bilíngue de Surdos (DIPEBs), por meio da Secretaria de Modalidades Especiais (Semesp).

A produção didática mantém a estrutura para o sistema educacional brasileiro: a Educação Básica e o Ensino Superior.

Acesse os cadernos

  • Caderno Introdutório

Apresenta a concepção teórico-metodológica da proposta, assim como os referenciais básicos e complementares que guiaram a elaboração desta proposta curricular.

  • Caderno I

Apresenta a proposta curricular para alunos de 1 ano e 7 meses a 5 anos.

  • Caderno II

Apresenta proposta curricular para os estudantes surdos matriculados nos anos iniciais do Ensino Fundamental, o que demanda mais adequações, conforme suas especificidades e contextos de ensino, aos estudantes surdocegos, surdos com altas habilidades e surdos com deficiências associadas.

  • Caderno III

Apresenta-se uma proposta de currículo de ensino de português escrito para estudantes surdos e surdocegos matriculados nos Anos Finais do Ensino Fundamental, que compreende a faixa etária de 11 a 14 anos, abarcando, portanto, os níveis B1 – 6º ano; B2 – 7º ano; B3 – 8º ano e B4 – 9º ano, para os quais o nível de proficiência será equivalente ao de APRENDIZ BÁSICO.

Comentários

Open chat