LiveZilla Live Help

Educação a Distância (EAD) modalidade que mais cresce no Brasil

Ter uma Graduação, uma Pós-Graduação e/ou curso sem precisar sair de casa através da educação a distância, tem proporcionado a muitas pessoas a oportunidade de realização profissional.

Muitos estudantes possuem dúvidas sobre o estudo a distância, se o EAD é realmente equivalente a um curso presencial e se é reconhecido pelo MEC.

O que o MEC nos diz? Educação a distância é a modalidade educacional na qual alunos e professores estão separados, física ou temporalmente e, por isso, faz-se necessária a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação. Essa modalidade é regulada por uma legislação específica e pode ser implantada na educação básica (educação de jovens e adultos, educação profissional técnica de nível médio) e na educação superior.

O ensino a distância pode ser a melhor opção de graduação para quem precisa conciliar os estudos ao trabalho e não tem meios de se deslocar a um campus durante o dia. O aluno faz seu próprio horário de estudo nos períodos livres que tiver, sem a necessidade de um espaço fixo no dia para estudar, como acontece nas graduações presenciais.

O ensino a distância tem sido um dos métodos mais escolhido por muitos brasileiros que querem retomar a graduação.

O estudo é realizado por meio de computadores e dispositivos móveis, e pode ser feito enquanto o aluno está se deslocando de um lugar para o outro ou onde preferir.

No EAD, o aluno tem acesso a fóruns com outros colegas de turma, professores e orientadores online para tirarem qualquer dúvida que possa surgir durante o curso, oportunizando que alunos mantenham contato com professores e colegas virtualmente, aproximando todos de maneira facilitada e interativa.

As aulas online possibilitam ao estudante assisti-las de forma confortável, podendo voltar, pausar e assistir o conteúdo quantas vezes forem necessárias, de acordo com o seu ritmo de aprendizado e respeitando o calendário proposto pelo curso. O estudante é quem faz a sua rotina de aula.

Os custos do EAD também podem ser considerados parte das vantagens do método. Eles geralmente são mais baixos do que na graduação convencional, uma vez que não existe a necessidade de instalações na universidade para quem escolhe estudar à distância.

O diploma é o mesmo para ambos os cursos (presencial e a distância), não existindo qualquer desvantagem em relação aos alunos que optam por estudar na modalidade EAD. A grade curricular também é a mesma nas duas modalidades.

É válido lembrar que a obtenção de bons resultados vai depender muito do aluno, o qual desenvolverá maior disciplina e responsabilidade.  É ele que fará seus horários de estudo e depende apenas dele a compreensão do conteúdo desenvolvido nas aulas, exigindo maior pesquisa e atenção.

O ensino EAD exige maior concentração, melhora a organização pessoal e desenvolve uma determinação em conseguir boas notas.

A plataforma da universidade sempre conta com links específicos para pesquisas e uma disponibilidade de materiais didáticos eficientes para os estudos.

A oportunidade de estudar em casa pode ser uma enorme vantagem para quem estuda e, até mesmo, para a sociedade como um todo. Por isso, vale investir nessa modalidade, ajustando problemas que surgem em qualquer nova atividade, mas que podem ser corrigidos. O importante, com certeza, é encontrar novas ferramentas que incentivem a educação.

Comentários