Aplicativo de Libras ajuda médico a salvar menina surda

Em Alagoas, um médico salva a vida de uma menina surda, de 13 anos, com a ajuda de um aplicativo tradutor de Libras.

O médico Davi Freitas trabalha na emergência de um hospital regional, que atende cerca de 30 municípios, no interior de Alagoas. Em um de seus plantões, ele recebeu uma menina de 13 anos aos prantos e muito agitada. A mãe da garota disse que ela havia acordado daquela forma e não conseguia descobrir o que estava acontecendo, pois a filha era deficiente auditiva.

Via Hand Talk

Assim, na hora o médico Davi lembrou do intérprete virtual Hugo, do aplicativo Hand Talk, que traduz português para Libras (Língua Brasileira de Sinais).

A importância da Libras

De acordo com o IBGE 2010, o Brasil possui 9,7 milhões de deficientes auditivos e a maior parte deles tem dificuldade de ler e escrever em português, já que o aprendizado da língua escrita é pela fonética.

Dessa forma, utilizando o aplicativo para auxiliar a consulta, Davi foi acalmando a garota, e ela conseguiu explicar que era a pior dor de cabeça que já tinha sentido na vida. Assim, ele percebeu pelos sintomas que poderia ser um caso mais grave e imediatamente receitou analgésicos e encaminhou para uma tomografia.

Nos exames foi detectado um sangramento intracraniano que precisava de cuidados no serviço especializado em neurologia. Nessa unidade a garota recebeu o tratamento e saiu sem nenhuma sequela.

“Deu tudo certo graças ao diagnóstico rápido, com a ajuda do aplicativo. Serei eternamente grato ao Hugo!”

– Davi Freitas, Médico

Viu só que história emocionante? Se não fosse a ajuda do aplicativo de Libras, o médico não teria sido capaz de auxiliar a menina. Por isso, é realmente essencial a presença de intérpretes de Libras na área da saúde ou até mesmo do ensino de Libras em faculdades de Medicina e Enfermagem.

Fonte: Hand Talk

Você concorda? Então deixe seu comentário aqui e compartilhe essa história com mais pessoas! 🙏

Leia também: A falta de intérpretes de LIBRAS na saúde é ainda mais preocupante no contexto do coronavírus

Conheça nosso curso de Libras Introdutório aqui.

Comentários